Google

Ki, a energia da vida


Ki, Qi ou Chi tem muitos significados como respiração na China ou vapor que sai do arroz quando cozinha no Japão. Mas a tradução mais correta para nós ocidentais seria Energia Espiritual. O Ki faz parte de uma filosofia de vida milenar em países asiáticos sendo parte da medicina, das artes e do seu dia-a-dia.

Tai chi chuan ki

O Ki ficou mundialmente conhecido com a trilogia do anime Dragon Ball Z, na qual poderosos lutadores utilizavam essa “Energia Oculta” em batalhas de imensa proporção. Por curiosidade o nome do filho do protagonista era “Gohan” que quer dizer “arroz” em japonês. Também ganhou o mundo na grande tela com filmes como “O Tigre e o Dragão” sendo mostrado como  parte  dos ensinamentos de Wushu (numa entendimento livre, o Kung Fu Chinês).

Dragon ball goku e guerreiros z

A energia ki não é apenas das estórias, mas também está na história. Artes marciais como o Aikido, Qigong e o Tai Chi Chuan utilizam o conceito de Ki nos seus treinamentos para aperfeiçoar corpo, mente e espírito. O Aikido tem um exercício muito peculiar o braço que não pode ser dobrado, que consiste em resistir à dobra do braço por uma força externa utilizando a sua força interna. Uma pessoa não consegue manter o braço sem ser dobrado só com a força dos músculos, mas ao se concentrar o Ki naquela área, você poderá resistir à força externa. De mesmo modo, os mestres de Qigong conseguem manipular seus inimigos à distancia (qualquer semelhança com a Força do Cavaleiros Jedi não é mera coincidência) ou fazer o oponente desistir da luta após uma troca de reverencias antes da luta pela percepção da diferença de Ki (esse conceito da percepção do Ki foi muito utilizado em Dragonball).

Os Ninjas também utilizam essa forma de energia concatenando-a com as forças da Natureza para realizar feitos tidos como impossíveis, como aumentar rapidamente força, velocidade, resistência. O Ninjutsu, o conjunto de habilidades Ninja, é fortemente influenciado por essa filosofia até os dias de hoje.

Grandes mestres monges conseguem utilizar essa energia espiritual para curar a si próprios ou à outras pessoas, são capazes de gerar uma grande quantidade de força, muito maior ao que a da adrenalina, resistiriam ao calor e frio intensos e mesmo ficarem muito tempo sem se alimentar. Um exemplo da  ficção é o Ponzo Dhalsin em Street Fighter II Victory que utilizava essa energia em forma de Hadouko, um modo de sublimar a alma e o espírito criando o golpe Hadouken. No mundo real, podemos ver grandes mestres do Wushu como Huo Yuanjia, o co-fundador da Chin Woo Athletic Association que se tornou um invencível lutador de artes marciais no final do século XIX e início do século XX.

Para desenvolver seu Ki, há uma unanimidade nas grandes teorias, treine! Treine sua mente, corpo e espírito juntos, trabalhe a favor da Natureza, nunca contra ela, seja bom com o próximo, pois aprender a respeitar também faz parte de seu treino. E por último um antigo ditado Ninja: “O Forte não é aquele que vence aos outros, mas sim aquele que vence a si mesmo

Adicione o Heroi X no FacebookTwitter, PinterestYoutube, Instagram e Google plus. Entre no grupo HEROPOWER.

Leia Também:

E se Dragonball fosse americano?

Crônicas Dragonball Evolution: This is Dragonball!!!

Street Fighter: Filmes profissionais VS Fanmade

The King Of Fighters e o tabu que não é batido

Cavaleiros do Zodíaco: Bandai fará armaduras em tamanho real!

Veja também:  Carolina Munhoz escritora de "A Fada": Do que os bons escritores são feitos?
10 Comments

Com a palavra você está