Google

HEROFIRST 4: The Flash – Corra Barry, Corra!

A explosão de super-heróis marcou o ano de 2014 e mais um herói dos quadrinhos ganha espaço na Televisão e dessa vez o poder vai além do dinheiro. Uma explosão, uma mudança genética, cria o homem mais rápido do mundo, vivo! Flash, o velocista da DC.

flash logo

The Flash, é a série que narra os acontecimentos da vida de Barry Allen (Grant Gustin) que aos 11 anos presencia a morte de sua mãe. Após 14 anos ele se torna perito criminal da polícia, tudo isso para tentar provar a inocência de seu pai Henry Allen (John Wesley Shipp) que foi acusado pelo assassinato de sua esposa.

O piloto começa logo após a volta de Barry de Starling City, quando ele conheceu Oliver Quenn/Arqueiro (Stephen Amell). Barry está ansioso para o teste do acelerador de partículas do Laboratório S.T.A.R.S. Um mau funcionamento resulta numa explosão de partículas atingindo toda a cidade e criando um raio que atinge diretamente Barry. Após o acidente, Barry fica em coma durante nove meses. Após acordar, Barry logo percebe que não é mais o mesmo, que suas habilidades estão fora do normal, que aos olhos dos outros e dele mesmo, seriam impossíveis. Mas não foi somente ele o afetado. Muitas pessoas possivelmente foram expostas a explosão do acelerador de partículas, incluindo o criminoso Clyde Mardon (Chad Rook) que pode controlar o tempo, criando tempestades e nevoas.

Depois de uma visita ao Arqueiro e finalmente se ver como um herói, definitivamente nasce o velocista escarlate, o Flash. Ele retorna e enfrenta o poder de furacão de Mardon criando um novo furacão com sua velocidade. Após derruba-lo, Flash tem sua vida salva pelo Detetive West (Jesse L. Martin) que criou Barry como um filho.

Veja também:  Quem São: Cisco Ramon e Caitlin Snow - série Flash

The Flash é uma série derivada diretamente do universo de Arrow, tornando possível várias participações entre as séries, além de uma possível Liga da Justiça na TV. Já foi prometido um novo crossover entre as séries que vão se cruzar na Terceira temporada de Arrow e na primeira de The Flash. Não somente isso, mas a importância do Arqueiro para a formação do velocista escarlate foi fundamental. Isso fica claro pois o próprio Barry assume que Oliver foi o responsável por dar o nome ao herói.

FLASH série 2014

Apesar de estarem no mesmo universo, The Flash deixa claro que seu formato de narrativa será diferente de Arrow. Arrow por ser um vigilante, atua mais durante a noite, dando um clima mais sombrio a série, enquanto The Flash provavelmente atuará mais durante o dia, dando um clima mais leve a série. Outro diferencial é que devido a narrativa do piloto aparenta que a cada semana teremos um vilão, ou alguém com seus poderes sem controle e que Barry/Flash terá que enfrenta-los. Esse tipo de história lembra muito a série que contava a juventude de Clark Kent/SuperMan, em SmallVille.

O piloto lança muitas referências do universo DC. Algumas para dar estrutura a história e outras só para “pirar” a cabeça dos fãs. Além do Easter-Egg principal que é o universo expandido de Arrow, a série já mostra um borrão amarelo logo no começo do episódio que para quem é fã, já sabe de quem os roteiristas estavam falando: do vilão Flash Reverso ou o também conhecido como Professor Zoom. Conforme a trama se desenvolve temos a apresentação de Carlos Valdes (Cisco Ramom) que foi inspirado no herói “Vibro” e de sua amiga Dra. Caitlim Snow (Danielle Panabaker) inspirada na personagem “Nevasca”.

Veja também:  ThunderCats 2011: Guia de Episódios - 1.01 - A Espada Justiceira!

Outras referências que temos são o novo parceiro do Detetive West, o policial Eddie Thawne (Rick Cosnett) que pode ser no futuro o Professor Zoom, já que seu nome se assemelha e muito com o original Eobard Thawne. A pista de treino que Barry testa seus poderes é a “Ferris Air”, e se você acompanha o universo DC sabe muito bem que isso tem ligação com o Hal Jordan/Laterna Verde. E para não ficar somente nas relações pessoais, temos a referência de um vilão da galeria de Flash. Dentro do prédio da S.T.A.R.S Labs temos, após a explosão, uma jaula danificada com uma placa de identificação escrita Grodd. Cabeças piram!!!

flash roupa

E para finalizar a lista que notei, a mais sensacional delas. Não diria que é um easter egg, mas que faz seu cérebro nerd explodir, isso faz. O Dr. Harrison Wells (Tom Cavanagh), que liderou os trabalhos sobre o acelerador de partículas esconde em uma sala secreta uma edição virtual de um jornal, mas não é apenas um jornal comum, e sim um jornal do futuro, dando a entender sobre uma possível crise e desaparecimento de um famoso membro da Liga da Justiça.

The Flash estreia com grande qualidade e um roteiro bem feito para dar início a saga. Mesmo que você não tenha visto o crossover com Arrow, não irá atrapalhar em nada, o piloto consegue descrever e mostrar as características de seus personagens principais, tanto no pessoal como no profissional (oh louco bicho!) Por ter uma característica diferente de Arrow, temos uma série totalmente nova do que nos estamos acostumamos. Não fica como “mais do mesmo”, mas temos claramente uma nova vertente de um universo expandido.

Veja também:  Tomb Raider reboot: Game de 2013 é o melhor da franquia?

A direção de fotografia e de continuidade deram todo o tratamento que essa série precisava. Devido ao poder particular do personagem, teremos muito mais uso de efeitos especiais do que comparado com Arrow. Não é uma produção de Hollywood, mas não deixa a desejar. Você consegue ter clara ideia do que está acontecendo e em que proporção. É inevitável a expectativa de vermos vários episódios crossover entre as séries, mas Flash já começou afirmando que pode se sustentar sozinho. Temos uma grande temporada pela frente e uma grande pergunta: Qual será o limite para a DC na televisão?

Adicione-nos no FacebookYoutubeTwitter (Patrick Duarte) e entre no grupo HEROPOWER! Ah e não esqueça de visitar o Pensamento Livre!

Leia também:

Imagens da Semana 41: Tributo ao Flash!

Imagens da Semana 40: E se a Liga da Justiça fosse da Pixar?

Hero TV Episódio 1: Filmes de Games – Os bons, os péssimos e a nostalgia

Review : Agents of S.H.I.E.L.D (MARVEL) – S02E01

Crítica: Os Cavaleiros do Zodíaco: A Lenda do Santuário