Google

Desenhos Infantis atuais versus Desenhos Animados antigos

Recentemente, eu reassisti a Space Jam (estrelando Pernalonga e Michael Jordan) e lembrei de como eu ria com os Looney Tunes. Sinto falta de Duck Tales na minha vida e na vida dos meus sobrinhos. Imagino que também falte um pouco de O Fantástico Mundo de Bobby na vida dos filhos dos meus amigos. E acho que falta um pouco de ThunderCats na vida de muitos de nós.

A frase “na minha infância, era melhor” não será usada neste texto. Observo ultimamente que os desenhos para crianças agora são realmente apenas para crianças. O que será que Peppa Pig, Pocoyo, Galinha Pintadinha e Monster High ensinam para as crianças? Será que eles realmente estimulam a criança a aprender mais ou são apenas produtos vendáveis?

CINEMA: INCASSI; THE COUNSELOR AL TOP, BENE VIRZI' E PEPPA

Crianças do mundo todo cresceram assistindo as aventuras do Pernalonga, Pica Pau e Tom e Jerry e nós temos até hoje esses personagens fazendo parte da cultura pop mundial (Comichão e Coçadinha dos Simpsons que o diga!) e ajudando a fazer crianças mais felizes e espertas. Ora bolas, quando a Peppa e seus contemporâneos tocaram Beethoven ou Bach? Quando foi que fez um plano elaborado em um quadro negro para chegar até a lua? Ou nos mostrou clássicos literários como O médico e o Monstro? Quando foi que ensinaram a serem espertos para não serem enrolados como Pernalonga fazia com Hortelino?

Aprendi sobre dinheiro com o Tio Patinhas e a fazer estilingues com o Papa Léguas. Aprendi que nada disso teria acontecido se o Pica Pau tivesse avisado as autoridades (isso serve para muita coisa no mundo real) e que, mesmo com ajuda do Capitão Planeta, todos nós temos que defender a natureza, pois “o poder é de vocês”.

Veja também:  O Hobbit – Uma Jornada Inesperada ou como fechar o ano com chave de mithril

Recentemente, eu li um texto do mestre Fábio Yabu no qual ele cita que para sua filha de 3 anos “não existe desenho antigo”. Isso é extremamente verdade! Lembro de quando eu era criança nos anos 90 e assistia Pica Pau dos anos 60, ThunderCats dos anos 80 e X-men de 94! Não fazia diferença o tempo de existência do programa, apenas a sua qualidade e a capacidade de me entreter. Ta aí Caverna do Dragão que não me deixa mentir. Ouvi um “quero um filme” em algum lugar?

yusuke vs toguro torneio das trevas

Com um certo receio e alguma resistência, consegui fazer meu sobrinho, então pré-adolescente a assistir Yu Yu Hakusho. O ritmo lento e o fato de ser “antigo” o deixaram um pouco com pé atrás. Usei a tática suprema então: Coloquei na luta entre Toguro e Yusuke um pouco antes deles chegar em casa e sua cara de surpresa me deu a chance de perceber a dualidade antigo-ruim e novo-bom cair por terra. Este se tornou o seu anime preferido por anos, só sendo superado por Fullmetal Alchemist Brotherhood. De lá pra cá, nós assistimos muita coisa “das antiga” juntos. Inclusive As Tartarugas Ninja (muito mais “A Capela” do que o filme de Megan Fox), Nós somos os campeões (Os Superpatos) e ele se viciou de quebra em Cavaleiros do Zodíaco. Orgulho.

Hoje, nós estamos sentindo os efeitos de querer que violência não apareça mais nos desenhos. Ora, as crianças podem ser bombardeadas por nudez, sexo, violências, xingamentos e todo o tipo em novelas e filmes, mas não podem ver o Pernalonga zoando o Patolino?

herois e desenhos animados dos anos 80 e 90

Com o poder da internet, à nossa disposição, não precisamos mais ficar a mercê dos programas da TV aberta ou fechada. Podemos escolher o que nós e, principalmente, a próxima geração vai assistir. Escolher programas infantilóides que deixam a criança mais retardada agora é uma opção dos pais e cuidadores, mais do que nunca. Deixe as crianças aprenderem sobre amizade, amor, esperança, fé, companheirismo e bondade do jeito antigo: Com heróis!

Veja também:  ThunderCats 2011 - Guia de Episódios 2: Antigos Espíritos do Mal

Acreditem: Não fará mal algum assistir um pouco de Pato Donald, a criança não ficará mais irritadiça ou começará a falar rouco! Deixe-os se divertirem e passem a ensinar e estimulá-los por si próprios. Deixe a tela (do computador, tablet, smatphone ou TV) com sua função de entreter e mantenha a sua de ensinar. Se está lendo isso e ainda tem o preconceito com o que é das antigas, deixe isso pra trás e veja como o mundo ainda tem muitas coisas divertidas a te apresentar!

Adicione o Heroi X no FacebookTwitter, PinterestYoutube, Instagram e Google plus. Entre no grupo HEROPOWER.

4 Comments

Como diria Yoda: com a palavra você está