Google

De Volta Para o Futuro: 45 curiosidades e easter eggs

De Volta Para o Futuro (Back to The Future) é o tipo de filme que você pode assistir quantas vezes quiser que ele sempre parecerá novo em folha. Herois, lembrem que no dia 21 de outubro de 2015, às 04:29pm, em Hill Valley, Califórnia, será a chegada de Marty McFly ao futuro juntamente com Doc Emmett BrownPara comemorar e aguardar a data, curta o Chegada de Marty McFly ao futuro e leia este post especial, o material definitivo sobre De Volta para o Futuro com 45 curiosidades entre citações do mundo real, todos os Easter Eggs, erros e acertos do ano 2015 em De Volta Para o Futuro 2 e as ideias não utilizadas nos filmes.

Citações de De Volta para o Futuro através dos anos

De volta para o Futuro foi um grande sucesso no cinema em 1985, tendo reapresentado ao público o conceito de viagem no tempo e sendo referência até hoje no assunto (Lembra de Cisco explicando para Joe sobre viagem no tempo em The Flash?). Vejamos algumas citações da série ao longo do tempo:

Lembra que 1955, Doc Brown, ao encontrar Marty pela primeira vez, faz a pergunta que todo americano sempre faz em histórias de viagens no tempo: Quem é o presidente dos EUA? E risivelmente, a resposta é o ator Ronald Reagan. O mesmo Reagan, adorou a citação e, inclusive, incluiu em um de seus discursos a famosa frase da série “Nunca houve uma época melhor para se viver, um momento de vibrantes maravilhas e feitos heroicos. Como foi dito no filme De Volta Para o Futuro, para onde nós vamos, não precisamos de estradas”.

O genial físico Stephen Hawking cita De Volta para o Futuro em seu livro “Uma breve história do tempo”.

Doc Brown Um Milhão de Maneiras de Pegar na Pistola

No filme Um Milhão de Maneiras de Pegar na Pistola (A Million Ways To Die In West), uma comédia no velho oeste, o Doc Emmett Brown (revivido pelo imutável Christopher Lloyd) aparece numa breve cena em consertando a Máquina do Tempo na Ferroaria.

De Volta Para o Futuro ganhou o Oscar de Melhores Efeitos Sonoros e foi indicado nas categorias de Melhor Som, Melhor Roteiro Original e Melhor Canção Original pela música The Power of Love.

De Volta para o Futuro foi o filme que mais faturou no ano de 1985 e até hoje já ganhou mais de 380 milhões de dólares pelo mundo, sendo a 67o bilheteria americana com o dólar ajustado pela inflação.

de volta para o futuro lone pine mall easter egg

Easter Eggs em De Volta Para o Futuro

E os Ester Eggs internos de De Volta para o Futuro? Conseguiu encontrar todos? Nós damos uma ajudinha, heroi!

O shopping que foi o ponto de encontro de Marty e Doc Emmett para o teste do DeLorean fez Doc lembrar de quando o fazendeiro Peabody era dono de tudo e tinha a estranha mania de plantar dois pinheiros, dando o nome ao shopping Twin Pines Mall (Shopping Pinheiros Gêmeos). Quando Marty volta no tempo, ele acidentalmente derruba um dos pinheiros na fuga dos tiros de espingarda do velho Peabody. Quando está de volta para o futuro, Marty chega no shopping que agora se chama Lone Pine Mall (Shopping Pinheiro Solitário).

Quando Marty McFly vai para 1955,os dois filmes em cartaz no cinema são A Boys Life e Watch the Skies,  são, respectivamente, os nomes dos projetos originais de Steven Spielberg (produtor do filme): E.T. e Contatos Imediatos de Terceiro Grau.

Darth Vader do planeta vulcano

A cena em que Marty McFly tenta convencer seu pai, George McFly, vestido der Darth Vader é bem maior do que a mostrada no filme. Por questão de tempo, partes foram cortadas (mas extras dos DVDs estão ai para isso). Note que esse é a referência nerd máxima, pois mistura Darth Vader de Star Wars com o vulcano Spock de Star Trek, inclusive com sua saudação característica.

Na cena do Twin Pines Mall, quando vemos o cachorro Einstein dentro do DeLorean, na verdade é um humano vestido de cachorro! Apenas as cenas em close são do verdadeiro cão.

Veja também:  Marvel anuncia Homem Formiga e Vespa e três novos filmes até 2020

Há uma homenagem escondida ao diretor Stanley Kubric. Quando Marty conecta a guitarra ao amplificador, o painel mostra CRM-114. CRM refere-se ao decodificador de mensagem do filme de Kubrick, Dr. Fantástico (1964). 114 é o serial numérico da exploração  de Júpiter de 2001 – Uma Odisséia no Espaço (1968).

Em 1985, o skate não era tão popular quanto hoje. Para achar um especialista para as manobras de Marty, os produtores foram até Venice Beach, uma praia frequentada por pessoas com hobbies “estranhos”, onde encontraram Per Wellinder, campeão europeu de skate, o qual se tornou o dublê de Michael J. Fox nas cenas de skate.

Marty McFly hoverboard skate de volta para o futuro

Por falar em skate, o hoverboard ou hoverskate, como foi chamado por aqui, não existe! Nos documentários do filme até foi dito que ele existe, mas é mentira. Outro fato que levou os fãs a acreditarem foi um vídeo fake que contou com a participação até Tony Hawk!

A rua principal da cidade é a mesma do filme Gremlins de 1984.

Lembram da cena em que Marty é rejeitado na audição da banda da escola? O professor que dá o sinal de negativo é Huey Lewis, autor do tema do filme, Power of Love.

No primeiro filme, Lorraine, a mãe de Marty, ao ver o nome escrito na cueca do rapaz novo, fica lhe chamando de Calvin Klein desde então. Uma propaganda realmente orgânica da marca de roupas do estilista. No terceiro, nós temos uma grande homenagem aos filmes de Western (Velho Oeste) com Marty se autoproclamando Clint Eastwood, o ator que é o grande ícone dos filmes de Velho Oeste.

Por falar em nomes, o nome completo de Marty é Martin Seamus Mcfly, lembrando que Seamus Mcfly é o nome do trisavô dele no terceiro filme!

O Doc sempre é citado como Emmet L. Brown. Poucos sabem que seu nome completo é Emmett Lathrop Brown e este esconde alguns segredos. Se invertemos a palavra Emmett, formamos  TTEMME, que tem o mesmo som de TIME, tempo em inglês. Já o curioso nome do meio, Lathrop, ao ser invertido quando, gera PORTHAL, similar a PORTAL. Junte a isso o nome Brown, marrom em inglês e teremos o Portal do Tempo Marrom. Great Scott!

Por falar em Great Scott, a expressão utilizada pelo Doc Emmett Brown, traduzida na dublagem como Santo Deus, não está longe da real ideia. Era uma expressão popular utilizada no século XVIII e início do XIX, com Scott substituindo a palavra God, Deus.

Marty McFly Clint Eastwood de volta para o futuro 3

Um dos links que houveram da parte 2 para a parte 3 foi, Biff Tannen rico assistindo a um filme de western com Clint Eastwood em que ele está duelando e utiliza uma chapa de metal para se proteger do tiro e Marty chega exatamente nesta hora. Por isto, na parte 3, Marty consegue vencer o antepassado de Biff, Cachorro Louco Tannen, com o mesmo truque.

Lembra-se do baile, quando Marty começa  a tocar “Johnny B. Goode” e Marvin Berry, o cantor da banda, liga para seu primo Chuck para mostrar o novo som que ele estava procurando? Então, “Johnny B. Goode”foi composta por Chuck Berry.

Quando Marty volta ao ano de 1985, ele fica feliz ao ver que tudo estava normal e ao encontrar o mendigo “Red” deitado num banco. Red Thomas era o prefeito em 1955 e talvez tenha ido do posto mais alto da cidade para as ruas.

O filme tem dois erros de timing para os mais detalhistas. Marty encontra a família da mãe em novembro de 1955 assistindo a um episódio do seriado “The Honeymooners”, porém o episódio em questão só passaria um mês depois. A guitarra Gibson ES-345, aquela com a qual ele toca Johnny B. Goode, só seria produzida em 1958.

A dupla de rock ZZ Top aparece no terceiro filme vestidos como uma banda do velho oeste. Eles cantam o tema Doubleback.

Veja também:  Star Wars vs Jogos Vorazes: Qual será o melhor filme de 2015?

No terceiro filme, Bufford Tannen atira em Marty e pede que ele dance (dançar ao som das balas, ou seja, ficar pipocando no chão é mais uma homenagem aos filmes de velho oeste). Marty escapa de tiros dançando o passo moonwalk de Michael Jackson enquanto cantarola Billy Jean.

No fim, vemos os filhos de Doc Emmett Brown e Clara Clayton, Julio e Verne, nomes dados em homenagem ao autor que ambos adoravam, Julio Verne. Porém, este não é o easter egg ainda. Notem a cena em que eles aparecem, Verne fica chamando (provavelmente a atriz Elizabeth Shue) e apontando para seu pênis com uma cara de safado. Tenso!

Eric Stoltz de volta para o futuro marty mcfly

Ideias não utilizadas em De Volta Para o Futuro

Como uma ideia pode mudar tudo: Robert Zemeckis concebeu que a história no Velho Oeste seria a continuação e terminaria ali. Marty e Doc iriam para o futuro de 2015 e de lá cairiam em 1885. Contudo, durante as gravações, ele voltou atrás e decidiu gravar um filme de ligação e que o Velho Oeste seria o terceiro episódio. O roteiro da parte 2 foi escrito no intervalo das gravações da parte 3. Por isso vemos tantas referências ao velho oeste na parte 2.

No rascunho original, a máquina do tempo do Doutor Brown estaria deveria ser uma geladeira. A ideia não foi aceita pelos produtores, por haver o medo de que crianças entrassem nos eletrodomésticos e morressem congeladas (ao invés disso tivemos adolescentes pegando os carros e indo até 88 milhas por hora (142km/h)!).

Doc Brown teria trabalhado no Projeto Manhattan, onde foi produzida a bomba nuclear, daí os líbios quererem que ele fizesse uma bomba para eles, e o final do filme seria Martin indo para o Deserto de Nevada direto para uma explosão nuclear e assim conseguindo energia o suficiente para voltar no tempo. Jogando fora essa ideia que custaria mais um milhão de dólares para ser produzida, eles se voltaram para o tom intimista da trama e mantiveram o foco em Hill Valey e o Relógio da Torre ganhou seu posto definitivo como endpoint.

Elenco que não foi utilizado: Nós já postamos sobre o papel de Marty McFly que caiu no colo de Eric Stoltz por Michael J. Fox estar ocupado com o seriado Family Ties, mas voltou a tempo para Michael salvar o papel. Jennifer Parker (a namorada de Marty) seria interpretada por Melora Harden . No entanto,  por ser muito mais alta do que Michael, ela saiu do filme e para o papel foi escalada Claudia Wells. Christopher Lloyd também não foi a primeira escolha para interpretar Doutor Emmett Brown. O papel iria para o ator John Lithgow, porém este recusou por conflitos na agenda.

Dia em que Marty McFly chega no futuro: 21 de outubro de 2015!
Dia em que Marty McFly chega no futuro: 21 de outubro de 2015!

Erros e acertos no 2015 visto em De Volta para o Futuro 2

O diretor Robert Zemeckis sempre disse que, sabendo que nunca iria acertar como seria o futuro, fez a sua versão de 2015 sendo extremamente exagerada de propósito. Porém, apesar de tantas tendências que não deram certo, temos algumas que realmente aconteceram. (Legenda: Franguinho = Quase; Great Scott = Certo; Errado = Out a time… fora do tempo)

Óculos multiuso = Franguinho

Em 2015, Jennifer Parker presencia seus filhos usando Óculos para ver TV, atender o telefone, entre outras funções.. Hoje temos o Google Glass, o Oculus Rift e HoloLens que são aparelhos que realizam funções parecidas, embora rudimentares e sem o mesmo uso cotidiano do filme.

Biometria para abrir portas = Franguinho

Não tão usual quanto parece no filme, mas já existe essa tecnologia. A biometria já é utilizada para destravar celulares e até utilizar serviços bancários. Em algumas cidades, como em Barcelona, há hotéis que usam trancas biométricas.

Power Laces de volta para o futuro

Power Laces (Tênis que se amaram sozinhos) = Out a Time

A Nike deu o maior mole por, em 30 anos, não lançar o Air Mag com um Power Lace, nem que fosse um protótipo. Tudo o que a empresa fez nesses anos em relação a De Volta para o Futuro foi lançar 1500 réplicas do Air Mag, obviamente sem Power Lace, leiloando-os para destinando o lucro para entidade de combate à Doença de Parkinson mantida por Michael J. Fox.

Veja também:  O Esquadrão Suicida matou Arrow

Em 2011, Tinker Hatfield, designer da Nike que criou os tênis para o filme, disse que a empresa planeja lançá-los até 2015, com Power Laces, porém até o momento não houve nem menção ao projeto.

Só pra deixar constando… nossas jaquetas também não secam sozinhas…

Videochamadas pela TV e tablet = Great Scott!

Em 1989, com aquelas TVs de tubo, era algo impensável. Hoje com Smart TVs, videochamadas pela TV são uma realidade. Em relação às TVs, só o que temos para falar contra é que não usamos multitelas no mesmo aparelho: Hoje, nossas multitelas são TV, smartphone e Tablet. Em alguns momentos, nós vemos tablets no longa. Eles não demoraram muito para se tornar realidade, em 1990 já existiam alguns, porém, após anos de ostracismo, foram revividos pelo Ipad em 2010.

De volta para o futuro elijah wood frodo bolseiro

Tecnologias: Filmes 3D e jogar videogames sem usar as mãos = Great Scott!

Ok, nós ainda não temos propagandas holográficas, o filme Tubarão 19 não saiu (A série vai somente até o Tubarão 4), contudo, os filmes em 3D já são uma realidade estabelecida e hoje já há material para assistirmos 3D até sem óculos especiais! No quesito videogames, hoje nós jogamos com Kinect no XBOX, embora claro, o jovem Frodo Bolseiro Elijah Wood tenha errado em quem joga o que. Crianças é que preferem kinect, enquanto os adultos ainda preferem o bom e velho joystick.

Drones também já são uma realidade, ainda não tanto quanto no filme, mas já estão no ar!

Outras duas tecnologias que não deram certo foram o Fax e o Laser Disc.

Moda, Pontiac, Rainha Diana e Michel Jackson = Out a Time forever

Duas gravatas foi uma moda que nunca existiu… ainda bem!

Em 2015, no filme, a Pontiac, filial da General Motors, continuava a produzir carros, porém isso não aconteceu. O último carro Pontiac saiu da fábrica em 2009 e não podia voar.

No jornal de 2015, aparece no canto superior direito a notícia da visita da Rainha Diana à Washington, que se prepara para recebê-la (Washington prepares for Queen Diana’s visit). Diana era princesa da Inglaterra e futura rainha, porém em 1997, na nossa realidade, ela morreu vítima de um acidente de carro.

Michael Jackson está vivo ou morto no filme? Tudo o que vemos é o café dos anos 80 com sua imagem estampada em monitores, dando a ideia de que talvez ainda estivesse por ali, servindo de ícone dos anos 80.

Time de Basebol na Flórida = Great Scott!

De Volta para o Futuro 2 foi lançado em 1989 e a Flórida ainda não tinha nenhum time de basebol. Agora, eles têm dois, os Miami Marlins e o Tampa Bay Rays. Obviamente, o filme não citou o nome de nenhuma das equipes, mas citou o nome da cidade, o que já é uma vitória.

A saga de Volta Para o Futuro é um clássico que transcende o continuum tempo-espaço e esperamos ter feito uma homenagem à altura da franquia! Foi dirigido por Robert Zemeckis com roteiro por Zemeckis e Bob Gale. Deixando o registro dos atores: com Michael J. Fox (Marty McFly), Christopher Lloyd (Doc Emmett Brown), Lea Thompson (Lorraine Banes McFly), Crispin Glover (George McFly), Clara Clayton (Mary Steenburgen) e Thomas F. Wilson (Biff Tannen). O tema da franquia foi composto por Alan Silvestri. Fiquem com o trailer da trilogia:

Adicione o Heroi X no FacebookTwitter, PinterestYoutube, Instagram e Google plus. Entre no grupo HEROPOWER.

Leia também:

HEROVIDEO 27: Eric Stoltz em De volta para o Futuro

HEROVIDEO 13: De Volta para o Futuro… no Futuro! Parte 1 – Marty McFly

HEROVIDEO 22: De Volta para o Futuro… no futuro! Parte 2 – Doc Brown

Quem é Jessica Jones – Marvel Alias

Shurato – Anime Clássico sobre Cavaleiros de Armadura

 

3 Comments

Com a palavra você está