Google

Homem Formiga – Crítica: O Vingador que faltava!

Quando o assunto são os filmes da Marvel, uma coisa é unânime: O universo é muito maior do que apenas o filme. E no Universo Marvel Cinematográfico gigante, um herói pequeno pode fazer diferença? Pode e eu conheço um cara. O Homem Formiga.

Homem Formiga poster Paul Rudd, Evangeline Lilly e Michael Douglas

Apesar de muitos heróis já terem utilizado a alcunha, o mais famoso é, com certeza, Hank Pym, o Homem Formiga original. Um dos medos dos fãs de Vingadores é que o Hank Pym fosse apenas mais um cientista dentre tantos outros como Tony Stark e Bruce Banner, porém este não apenas já foi um superherói na cronologia do longa, quanto o personagem de Michael Douglas é exatamente o que esperamos um de herói aposentando: Cheio de arrependimentos e experiência. Porém, como todo cientista, ele tem medo que sua tecnologia caia em mãos erradas.

Do outro lado, temos Scott Lang (Paul Rudd), um ladrão que após um assaltar e redistribuir o dinheiro de uma empresa que era considerada impenetrável foi descoberto, afastado de sua pequena filha Cassie e preso. Apesar de ter um bom coração, Scott é forçado a ir a um novo assalto pela insistência do amigo Luis (o engraçadíssimo Michael Peña).

Homem Formiga, Paul Rudd e Jaqueta Amarela

Junte a isso, Darren Cross, o vilão do filme, antigo pupilo de Pym, atual CEO da Pym Industries e o homem que conseguiu replicar a partícula Pym e está prestes a vender trajes do Jaqueta Amarela, uma nova versão do traje do Homem Formiga para fins militares escusos e temos o plot do nosso filme.

O trio principal se interrelacionou muito bem, evoluiu muito suas relações ao longo do filme atuou muito bem e os atores ficaram muito bem em seus papeis. Destaque para Evangeline Lilly em sua melhor atuação (Desde LOST que eu sinto que falta algo em sua atuação) que fará uma ótima Vespa nos próximos filmes (ops, spoilers...) . A trilha sonora foi muito bem composta por Steven Price (Gravidade).

Veja também:  Decks Hearthstone Sussurros dos Deuses Antigos

Apesar dos atores terem atuado muito bem, a surpresa ficou por conta das formigas. O controle delas deu um novo sentido à frase: Exército de um homem só. O fato delas poderem ser controladas pelo portador do traje, facilita muito a vida do herói e traz grandes cenas para o filme.

Homem Formiga Scott Lang e Hank Pym

Homem Formiga é um filme de assalto e bem ao estilo Marvel, muito bem amarrado, com o humor característico da Marvel e que caiu muito bem ao filme. Por não carregar o peso de uma grande expectativa, como Vingadores Era de Ultron, ele se dá ao luxo de ser quase autoral e independente, embora seja interligado ao filme dos Vingadores o tempo todo.

Assista ao Homem Formiga nos cinemas e lembre-se que a magia do mestre Stan Lee ainda não acabou e que muitos de seus personagens desconhecidos do público geral ainda dão um bom material para Marvel Studios produzirem suas obras. A fase 2 do Universo Cinematográfico da Marvel não poderia ter terminado melhor. Agora você conhece esse cara.

PS: Entendeu a referência do “cara que escala paredes?”. A nota já diz tudo:

Excelsior 6 estrelas

Adicione o Heroi X no FacebookTwitter, PinterestYoutube, Instagram e Google plus. Entre no grupo HEROPOWER.

Leia também:

Quem São: Cisco Ramon e Caitlin Snow – série Flash

Goku vs Superman: O encontro de dois mundos

Herovideo 30: Batman do Futuro – Homenagem ao Morcego

Quem são: Mercúrio e Feiticeira Escarlate – Marvel

Crítica: Dragon Ball Z – O Renascimento de F (Freeza)