Google

The Ridiculous Six: Porque o filme é o mais visto da NETFLIX?

The Ridiculous Six (Os Seis Ridículos), filme original da NETFLIX de Adam Sandler, está em primeiro lugar como filme mais visto do site de streaming de todos os tempos em todos os países. A crítica especializada diz que o filme é ruim, mas os números contradizem isso. O que causa essa dicotomia?

The Ridiculous Six Adam Sandler faca branca

O que a crítica fala de The Ridiculous Six?

Vivemos num mundo onde não se pode mais fazer piadas com gêneros, etnias, deficiências ou classes sociais. Isso é um fato. Filmes aclamados são aqueles dramáticos com sofrimentos intensos e finais tristes. E desses, aqueles que focam em uma minoria se sobressaindo e chocando são aqueles que irão ganhar Oscar. Consciência social é a o que impera no momento nos cinemas. Brockeback Mountain foi exatamente assim, um filme que ganhou Oscar apenas por mostrar um casal gay formado por dois machões. Um filme mediano, mas que com um tema polêmico conseguiu alcançar o Oscar.

A mesma crítica especializada fala mal de Avatar por não ter um roteiro original, mas que é a maior bilheteria hoje, fala mal de Pulp Fiction por ter um roteiro escrito com erros gramaticais por Tarantino, mas ele ainda é um dos melhores filmes de todos os tempos e fala mal de Star Wars O Despertar da Força, mas ele em breve estará superando a bilheteria de Avatar com folga.

The Ridiculous Six elenco

Adam Sandler e o básico do cinema

Contudo, o Cinema surgiu há 120 anos como forma de entretenimento leve e que fazia, primordialmente, as pessoas rirem. E é com esse espírito que Adam Sandler faz os seus filmes. Ele é rico, tem uma carreira estabelecida, tem sua legião de fãs e sua produtora Happy Madison. Ora bolas, se ele não precisa de mais dinheiro, estabelecer sua carreira, angariar mais fãs e não precisa se passar pela aprovação de produtoras, porque motivo ele deveria se sujeitar aos padrões estabelecidos pela nova ordem do cinema? O que ele quer da vida é fazer as pessoas rirem até suas barrigas doerem. Se gargalharem, tanto melhor.

Veja também:  Marvel’s DareDevil – Demolidor (Série Netflix) - Crítica

A verdade é que podem chamar o filme de ridículo à vontade. O nome do filme é Os Seis Ridículos! Ele já te entrega que é uma galhofa, uma paródia dos westerns (filmes de Velho Oeste) como Sete Homens e um Destino e as centenas de outros similares. Ele é feito para ser ridículo e é por isso que o filme é bom. Ele é o estado da arte do cinema em sua forma mais pura, pois The Ridiculous Six não foi feito para ganhar Oscar ou críticas favoráveis, mas para fazer o que primariamente o Cinema nasceu para fazer: Entreter!

The Ridiculous Six John Turturro

O elenco principal em The Ridiculous Six é formado por Adam Sandler como um homem branco criado por índios chamado de Faca Branca, Ramon (Rob Schneider fazendo o irmão mexicano que adora seu burro), Lil’ Pete (Taylor Lautner fugindo do seu passado de galã de Crepúsculo e fazendo o irmão com retardo mental), Herm (Jorge Garcia de LOST fazendo o irmão selvagem), Chico (Terry Crews pai do Cris fazendo o irmão Leão de Chácara negro que esconde ser negro) e Danny (Luke Wilson como um guarda-costa com um peso nas costas). Junte isso a Nick Nolte como o Frank Stockburn, pais de todos eles e um elenco de apoio excelente (Aparições de Will ForteHarvey KeitelDavid Spade, Danny Trejo, Steve BuscemiJohn Turturro e Dan Aykroyd) e teremos uma pérola da comédia contemporânea.

Não, The Ridiculous Six não é perfeito, não tem o roteiro mais original do mundo e também não entra no top 5 filmes de Adam Sandler, não chega aos pés de Como Se Fosse a Primeira Vez ou Click, mas é uma luz para mostrar ao mundo que precisamos de mais filmes feitos sem grandes pretensões além de fazer o que ele tem que fazer e o que eu espero que os próximos 3 filmes da parceria de Adam Sandler com a Netflix façam: Entreter!

Adicione o Heroi X no FacebookTwitter, PinterestYoutube, Instagram e Google plus. Entre no grupo HEROPOWER.

Leia também:

Quem São: Cisco Ramon e Caitlin Snow – série Flash

Star Wars: A Força Luminosa e o Lado Negro da Força

Homem de Aço – Este não é o Superman! O que aconteceu com o Homem do Amanhã?

Os Cavaleiros do Zodíaco: Quem venceria a Guerra Galáctica?

Universo DC Cinematográfico dará certo após Batman v Superman?

  • Otimo Texto 🙂

  • O filme é uma MERDA… Não é so porque muita gente assiste que é bom.
    50 tons de cinza q o diga.

  • Obrigado Gabriel!

  • A resposta é simples, quando vc abre o Netflix, esse filme está na tela principal, com a cara de Adam Sandlers em um faroeste, rolando um trailer sem ao menos te perguntar se pode.

    Você pensa em o que assistir, não tem ideia, e clicka pra ver o que acontece. Os primeiros 5 minutos da vontade de desligar o filme, em uma cena surreal de super velocidade e faca. Mas ai vc pensa, bah..F***…

  • Ótimo elenco,mas o roteiro é fraco. Eu gosto de vários filmes do Adam Sandler. Mas esse é RUIM.

  • Mario Cesar

    O filme é legal, não tem pretensão de ser um marco no cinema e cumpre sua missão de divertir sem ser chato.. Destaque para o Taylor Lautner e Jorge Garcia que me surpreenderam com a performance de pessoas com um certo retardo.
    Eu gostei. É o ideal para uma tarde à toa acompanhado de pipoca.

  • dudu

    O que estraga o filme é o PÉSSIMO Adam Sandler…

  • Cara esse filme é a pior coisa que eu já assisti na vida.

  • Ag

    Estou cheio de quem quer mandar no gosto dos outros, c… regras. Eu GOSTO dos filmes do Adam Sandler, são bobos e divertidos (comecei a assistir porque minhas filhas pequenas gostam dele) e ótimos para passar o tempo. Sim, conheço filmes de faroeste excelentes (“Era Uma Vez no Oeste”, “Os Imperdoáveis”, “Três Homens e Um Destino”, etc.) mas não fico bancando o esnobe… não gostou? Não assista de novo. Que chatice.

  • Paulo

    O filme é MUITO RUIM, não vale a pena assistir. Tem vários atores bons no elenco, mas não foi suficiente para salvar o roteiro, que horrível. Na verdade segue a linha dos filmes do Adam Sandler. O artigo aqui tenta salvar o filme, mas não vão na dele, pois é um muito ruim mesmo. Humor bobo e sem graça.